Boletim da Produção de Petróleo e Gás Natural – Novembro 2013

A produção de petróleo no Brasil foi de aproximadamente 2.081 Mbbl/d;

Aumento de cerca de 1,8% na produção de petróleo se comparada com o mesmo mês em 2012;

Aumento de aproximadamente 0,1% na produção de petróleo se comparada ao mês anterior;

O campo de Marlim Sul, na bacia de Campos, foi o de maior produção de petróleo, com uma produção média de 275,1 Mbbl/d;

A produção de gás natural no Brasil foi de aproximadamente 79,1 MMm³/d;

Aumento de cerca de 7,8% na produção de gás natural se comparada ao mesmo mês em 2012;

Aumento de aproximadamente 8,5% da produção de gás natural se comparada ao mês anterior;

A queima de gás natural foi de cerca de 3,8 MMm³/d;

Redução de aproximadamente 16,4% na queima de gás natural se comparada ao mesmo mês em 2012;

Aumento de aproximadamente 34,2% na queima de gás natural se comparada ao mês anterior;

O aproveitamento de gás natural no mês foi de 95,2%;

O campo de Manati, na bacia de Camamu, foi o maior produtor de gás natural, com uma produção média de 6,2 MMm³/d;

Cerca de 92,1% da produção de petróleo e gás natural foram provenientes de campos operados pela Petrobras;

Aproximadamente 91,7% da produção de petróleo e 71,8% da produção de gás natural do Brasil foram explotados de campos marítimos;

A produção do Pré-sal foi de 339,4 Mbbl/d de petróleo e 11,5 MMm³/d de gás natural, totalizando 412,0 Mboe/d, um aumento de 10,8 % em relação ao mês anterior.

A plataforma P-56, localizada no campo de Marlim Sul, produziu, através de 8 poços a ela interligados, cerca de 137,8 Mboe/d e foi a plataforma com maior produção;

Os campos cujos contratos são de acumulações marginais produziram um total de 125,2 bbl/d de petróleo e 2,8 Mm³/d de gás natural. Dentre esses campos, Bom Lugar, operado pela Alvopetro, foi o maior produtor de petróleo e gás natural, com 39,2boe/d;

A produção procedente das bacias maduras terrestres  foi de 280,2 Mboe/d, sendo 183,9 Mbbl/d de petróleo e 15,3 MMm³/d de gás natural. Desse total, 3,8 Mboe/d foram produzidos por concessões não operadas pela Petrobras, sendo 346 boe/d no Estado de Alagoas, 1.390 boe/d na Bahia, 40 boe/d no Espírito Santo, 1.430 boe/d no Rio Grande do Norte e 640 boe/d em Sergipe;

O grau API médio do petróleo produzido no mês foi de aproximadamente 24,5°, sendo que 10,5% da produção é considerada óleo leve (>=31°API), 61,6% é óleo médio (>=22°API e <31°API) e 27,8% é óleo pesado (<22°API), de acordo com a classificação da Portaria ANP nº 09/2000;

A produção de petróleo e gás natural no Brasil foi oriunda de 8.972 poços, sendo 768 marítimos e 8.204 terrestres. O campo com o maior número de poços produtores foi Canto do Amaro, bacia de Potiguar, com 1.105 poços. Marlim foi o campo marítimo com maior número de poços produtores, 57 no total.

FONTE: ANP

Mais artigos

Comunicado: Novo Sócio

É com satisfação que o escritório Tomanik Martiniano anuncia a chegada de Reinaldo Luiz Rossi. O novo sócio será responsável pela área de projetos estruturados no setor de energia, bem como conflitos estratégicos. Com mais de 10 anos de experiência, Reinaldo atua ativamente em operações de energia, inclusive anteriormente com projetos em parcerias com o

Leia mais

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR – PLP 16/2021 – ICMS

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR – PLP 16/2021 Link: tramitação Define os combustíveis e lubrificantes sobre os quais incidirá uma única vez o Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação, ainda que as operações se iniciem no exterior. o CONGRESSO NACIONAL decreta: Art.

Leia mais

PROJETO DO EXECUTIVO PREVÊ ALÍQUOTA NACIONAL PARA ICMS EM COMBUSTÍVEL

O Projeto de Lei Complementar (PLP) 16/21, do Poder Executivo, unifica em todo o País as alíquotas do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) incidentes sobre combustíveis. A lista inclui gasolina, diesel, biodiesel, etanol e gás natural e de cozinha, além de vários outros derivados de petróleo. A proposta em tramitação na Câmara

Leia mais