Boletim da Produção de Petróleo e Gás Natural – Novembro 2013

A produção de petróleo no Brasil foi de aproximadamente 2.081 Mbbl/d;

Aumento de cerca de 1,8% na produção de petróleo se comparada com o mesmo mês em 2012;

Aumento de aproximadamente 0,1% na produção de petróleo se comparada ao mês anterior;

O campo de Marlim Sul, na bacia de Campos, foi o de maior produção de petróleo, com uma produção média de 275,1 Mbbl/d;

A produção de gás natural no Brasil foi de aproximadamente 79,1 MMm³/d;

Aumento de cerca de 7,8% na produção de gás natural se comparada ao mesmo mês em 2012;

Aumento de aproximadamente 8,5% da produção de gás natural se comparada ao mês anterior;

A queima de gás natural foi de cerca de 3,8 MMm³/d;

Redução de aproximadamente 16,4% na queima de gás natural se comparada ao mesmo mês em 2012;

Aumento de aproximadamente 34,2% na queima de gás natural se comparada ao mês anterior;

O aproveitamento de gás natural no mês foi de 95,2%;

O campo de Manati, na bacia de Camamu, foi o maior produtor de gás natural, com uma produção média de 6,2 MMm³/d;

Cerca de 92,1% da produção de petróleo e gás natural foram provenientes de campos operados pela Petrobras;

Aproximadamente 91,7% da produção de petróleo e 71,8% da produção de gás natural do Brasil foram explotados de campos marítimos;

A produção do Pré-sal foi de 339,4 Mbbl/d de petróleo e 11,5 MMm³/d de gás natural, totalizando 412,0 Mboe/d, um aumento de 10,8 % em relação ao mês anterior.

A plataforma P-56, localizada no campo de Marlim Sul, produziu, através de 8 poços a ela interligados, cerca de 137,8 Mboe/d e foi a plataforma com maior produção;

Os campos cujos contratos são de acumulações marginais produziram um total de 125,2 bbl/d de petróleo e 2,8 Mm³/d de gás natural. Dentre esses campos, Bom Lugar, operado pela Alvopetro, foi o maior produtor de petróleo e gás natural, com 39,2boe/d;

A produção procedente das bacias maduras terrestres  foi de 280,2 Mboe/d, sendo 183,9 Mbbl/d de petróleo e 15,3 MMm³/d de gás natural. Desse total, 3,8 Mboe/d foram produzidos por concessões não operadas pela Petrobras, sendo 346 boe/d no Estado de Alagoas, 1.390 boe/d na Bahia, 40 boe/d no Espírito Santo, 1.430 boe/d no Rio Grande do Norte e 640 boe/d em Sergipe;

O grau API médio do petróleo produzido no mês foi de aproximadamente 24,5°, sendo que 10,5% da produção é considerada óleo leve (>=31°API), 61,6% é óleo médio (>=22°API e <31°API) e 27,8% é óleo pesado (<22°API), de acordo com a classificação da Portaria ANP nº 09/2000;

A produção de petróleo e gás natural no Brasil foi oriunda de 8.972 poços, sendo 768 marítimos e 8.204 terrestres. O campo com o maior número de poços produtores foi Canto do Amaro, bacia de Potiguar, com 1.105 poços. Marlim foi o campo marítimo com maior número de poços produtores, 57 no total.

FONTE: ANP

Mais artigos

Regulação da outorga sem informação de acesso

Apresentação elaborada pelo escritório sobre a REN ANEEL nº 1.038, de 2022, que estabelece procedimentos e diretrizes para o processo de solicitação de outorga sem exigência de documento de acesso. A Área de Energia permanece à disposição para auxiliar as empresas e associações de classe que queiram mais informações sobre os assuntos aqui abordados. Download do material (PDF) Equipe Energia

Leia mais

Consulta Pública MME – Abertura do Mercado

Apresentação do escritório com um overview da Consulta Pública MME nº 131, de 2022, sobre a redução do limite de carga para contratação de energia elétrica por parte dos consumidores no mercado livre. A Área de Energia permanece à disposição para auxiliar as empresas e associações de classe que queiram mais informações sobre os assuntos

Leia mais
Desenvolvido por Danilo Pontechelle